Freez FLV to MP3 Converter

Freez FLV to MP3 Converter 1.5

Guarde uma cópia do áudio dos vídeos Flash

Você já sabe como guardar no computador os vídeos do YouTube que mais gosta no computador. Mas nem sempre interessa armazenar a imagem e o áudio. Às vezes quer apenas é gravar a trilha sonora. É isso que o Freez FLV to Mp3 Converter faz. Ler descrição completa

PRÓS

  • Muito veloz e fácil de usar
  • Algumas opções configuráveis

CONTRAS

  • Não extrai diretamente do vídeo na internet
  • Design fraco
  • Sem versão em português

Excelente
9

Você já sabe como guardar no computador os vídeos do YouTube que mais gosta no computador. Mas nem sempre interessa armazenar a imagem e o áudio. Às vezes quer apenas é gravar a trilha sonora. É isso que o Freez FLV to Mp3 Converter faz.

O funcionamento do programa é muito simples. O Freez FLV to Mp3 Converter pega o áudio dos filmes e o transforma em arquivos com formato MP3.

Para começar busque e baixe o filme que deseja trabalhar. É necessário ter os vídeos no PC para poder extrair o áudio. O Freez FLV to Mp3 Converter não é capaz de converter os filmes diretamente na página da internet.

As opções do Freez FLV to Mp3 Converter permitem configurar a qualidade do som e trabalhar com vários vídeos de forma simultânea. Viu um videoclipe legal no YouTube? Talvez um pedaço daquele filme que você tanto gosta? Capture o áudio dos seus vídeos favoritos sem esforço.

Freez FLV to MP3 Converter é compatível com

Entrada: FLV
Saída: MP3
Freez FLV to MP3 Converter

Download

Freez FLV to MP3 Converter 1.5

— Opinião usuários — sobre Freez FLV to MP3 Converter

  • gilsete

    por gilsete

    "gilson r caetano"

    eu usei e ele e otimo faz o que promete sempre tenho ele no meu pc porque sempre baixo os videos do you tube e tenho qu... Mais.

    escrito em 13 de fevereiro de 2012

  • franciscomm1

    por franciscomm1

    "gratis uma ova"

    Funciona uma vez, pede para registrar e comprar o full, se não comprar não usa mais, Uma Bostaaaaa. Não vale nada. Mais.

    escrito em 18 de abril de 2011